quinta-feira, 5 de junho de 2008

DE OLHOS VENDADOS


Demorou mas chegou o tão esperado dia.
Cheguei na sua casa na hora marcada já sentindo uma pressão no estômago, pois ele já me esperava na porta. Entrei pelo portão e quando coloquei o pé na escada, ele me segurou pelos braços e antes que pudesse me virar tudo escureceu.
Ele colocou uma venda nos meus olhos e uma rosa em minhas mãos. Meu coração quase saiu pela boca, um tremor me percorria o corpo tamanha a excitação. Fui na frente e ele segurando pela minha cintura, foi quando cheguei a tropeçar num degrau, ele prontamente me amparou e disse com a voz suave:
"Calma, já estamos chegando".
Então me guiou pela escada e na entrada da sala disse:
"Tire sua roupa, não precisará dela aqui".
Despi-me vagarosamente e ele me puxou para si. Senti suas mãos percorrendo meu corpo enquanto me beijava a boca. Lentamente me tocava os seios e os apertava, soltei um gemido. Ora me beijava a nuca ora dava mordidinhas na minha orelha.
Suas mãos foram descendo pela minha barriga até tocarem minha virilha e sua língua alcançou meus seios e os chupava com carinho.
Eu tremia, parecia me faltar força nas pernas; foi quando ele me pegou no colo, me levou para o quarto e me colocou na cama.
Eu sentia um tesão muito grande e de repente ele parou e se afastou. Minha respiração estava forte demais e ofegante, ouvi um barulho, era ele se despindo também.
Em seguida, veio ao meu encontro deitando-se por cima de mim e num ritmo frenético mas sincronizado fizemos amor loucamente.
Tirou a venda dos meus olhos, me abraçou forte me aninhando no seu peito para nos refazermos e ficamos ali por um longo tempo, afinal, o amor não tem pressa.
Quando pensei que a loucura tinha acabado, ele começou a fazer carícias, doces e delicadas, e nos beijamos, inicialmente beijos românticos, que foram se intensificando assim como as carícias, e fomos nos reacendendo.
Desta vez mais suor escorria de nossos corpos e ele me puxava para si apertando entre seus braços até sentirmos novamente aquele delírio, e então ficamos deitados em conchinha, suados, cansados e extasiados de tanto prazer.
E de repente, após essa entrega total ele se vira e suspira ao meu ouvido:
"Te amo, ninguém faz amor como você faz".

29 comentários:

Carla disse...

um mar de sensações...bem forte
bom fds

lua prateada disse...

Que maravilha ainda bem que o dia chegou, fico feliz por ti...

Na brisa suave do vento
E, tudo o que dele emana,
Passei atravez do tempo
Deixando lindo fim de semana.
Beijinho prateado com carinho

SOL

Suave Toque disse...

Uepaaaaaaaaaaaaaa, pera ai....

"Viver é sentir que nem tudo está perdido.
É olhar dentro de si e descobrir algo que se chama coragem.
Coragem para fazer de um simples detalhe uma imensa razão de viver."

Passando para desejar um feliz final de semana

Beijos

Suave Toque

Menina do Rio disse...

Gosto dessa sedução, essa loucura de amar...

Um beijo

Um Momento disse...

Quando o amor é sentido e partilhado ...é simplesmente Maravilhoso!!!!

Deixo um beijo sorridente!!!

(*)

Multiolhares disse...

Existem momentos unicos
bj

© efeneto disse...

Já não venho a tempo de desejar bom fim-de-semana porque o tempo não deu.
Apenas tenho tempo de desejar uma óptima semana cheia de sonhos concretizados.
Porque o tempo agora me permite fica a promessa que voltar para “perder tempo” consigo.
Até lá perca tempos nestes;

Caminhos

É na busca ocasional da poesia
que fulgentes luas me habitam.

Como doem as portas cerradas!

São pedras floridas de musgo
caminhos que ninguém pisa.

Sobra o portal do templo
arcaria que o tempo emoldura.

M@ri@ disse...

Quanta loucura!
Um texto tão cheio de desejo e sensualidade...
Lindo sem duvida o teu cantinho!
Espero ter em ti uma nova amiga.
Deixo te um beijo doce
M@ri@

MEU DOCE AMOR disse...

Há sempre um momento certo e uma hora certa.

Beijinho doce ...lindo texto.

Necessito de aliada no Reino do Xanax.

Estrela do Sul disse...

Lindo, muito lindo, amiguinha. Nunca mais vejo a hora de poder escrever realidades como tu escreves. Por enquanto vou me ficando pelos sonhos.

O melhor na Amizade...
é que podemos não concordar com tudo,
mas continuamos sempre amigos.

Uma optima semana

Bjinho amigo

Mario Rodrigues

http://toquedeestrela.blogspot.com
http://sensualidadeemletras.blogspot.com

LuzdeLua disse...

Sou como uma grande àrvore e meus amigos, minhas folhas acumuladas e juntas, que amenizam as tempestades da minha vida, de perto ou distantes.
E ainda há aqueles que ficam nas pontas dos galhos, mas que quando o vento sopra, sempre aparece novamente entre uma folha e outra.
O tempo passa, o verão se vai, o outono se aproxima, e perdemos algumas de nossas folhas.
Algumas nascem num outro verão e outras permanecem por muitas estações.
Mas o que me deixa mais feliz é que as que caíram continuam por perto, continuam alimentando a nossa raiz com alegria.
Lembranças de momentos maravilhosos enquanto cruzavam o nosso caminho.
Desejo a você, folha da minha árvore, Paz, Amor, Saúde, Sucesso, Prosperidade...
Em gratidão pela força e ajuda, estou chegando e superando mais uma batalha desta que é a minha vida.
Obrigada sempre por estar por perto.
Um beijo grande em teu coração.

"Cada pessoa que passa em nossa vida é única. Sempre deixa um pouco de si e leva um pouco de nós".

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Amar, amar, amar... Lindo, minha amiga! mas preiso de vc de novo. Postei 2 coisas num só post. Vá lá Preciso da sua ajuda. Para publicar as resenhas de filmes que faço aqui. Mas, para tanto, preciso dos comentários. Sem comentários, não há publicação.
wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
não há ponto depois de www
Um beijo e o aguardo,
RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO

impulsos disse...

Arrebatador!...

Beijo

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Amiga, lindo texto...Amor descrito na perfeição... Vale mais que mil palavras... Beijinhos de carinho,
Fernandinha

efvilha disse...

Retrato escrito de amados e amantes encontros.
É sempre bom vê-los descritos aqui.

Beijo de Paz, em ti.

M@ri@ disse...

Minha linda amiga
Vim deixar te um beijo cheio de carinho

Sonhos e Devaneios disse...

Uauuuuuu que delicia de relato...que bom que o dia chegou enfim...

© efeneto disse...

Afundei-me no por do sol
quando o disco vermelho
se enterrou no horizonte.
Mergulhei com ele a lua não me viu chorar.
Meu corpo petrificou-se
e uma funesta janela se abriu
no majestoso pulsar da terra.
Quando os teares do vento se acalmaram
e a luz da alma voltou
esfreguei os olhos e renasci diferente.

Encontrei finalmente a voz,
as palavras que me faltavam
e comigo carreguei as quatro estações.

A saudade é filha do mundo
que agora viaja cansada
nos tempos dentro de mim.
Sempre que chegar sem avisar
e quiser ocultar-me a luz
vou pisá-la de pés nus.


Desta maneira me penitencio pela ausência mas fica a promessa de um regresso em breve. Até lá e porque a amizade não tem ausência desejo um óptimo fim-de-semana na companhia de quem mais desejar.

Manuela Fonseca disse...

Deliciei-me ao ler esta entrega incondicional, entre dois seres. O amor é lindoooo!!!

Um beijo de carinho***

Suave Toque disse...

Eu espero que você tenha um belo amanhecer,
e que, amanhecendo, você desperte sorrindo...
E que, sorrindo, você siga o seu caminho.
Que em sua jornada de trabalho,
você siga contagiando todos a sua volta...
Que seu anjo da guarda sempre lhe acompanhe,
Espero que ao final do dia
antes do seu repouso,
você ainda tenha
ânimo para ler toda essa mensagem de novo...
Porque eu lhe desejo
um Bom Dia, Hoje,
Amanhã, depois, e sempre !!!

Beijos e um ótimo final de semana.

Suave Toque

Menina do Rio disse...

Deixo-me seduzir enquanto venho te deixar um beijo e desejar-te um ótimo final de semana

vero disse...

Estou de volta minha amiga!!!

Um beijo grande :D

LuzdeLua disse...

Passando, deixo-te um abraço amigo. Isso doeu aqui. Mas esta postagem é maravilhosa.
Bjs

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Hj não estou podendo fazer muitos comentários porque descobriram o meu mal,algo inesperado, meio sério e vou ser operada. Mas deixei um presente para vcs, uma resenha.
Apareçam por lá:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
não há ponto depois de www
Um abraço,
Renata
PS: Estou mandando a mesma mensagem a todos por motivos óbvios.

Eärwen Tulcakelumë disse...

Momento únicos, descritos com paixão!

Pérolas incandescentes de doces momentos.

Eärwen

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Como a única posição em que me sinto bem é sentada e como não gosto de ficar ociosa, fiz um último post, já que vou ser operada na terça. É endereçado somente às pessoas que me têm dado força.
Apareça por lá.
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
não há ponto depois de www
Um beijo,

Mario Rodrigues disse...

E agora quem precisa de banhos frios? eh eh eh

"Amizade verdadeira é
difícil de encontrar,
díficil de largar e,
impossível de esquecer"

Uma otima semana

Bjinho amigo

Mario Rodrigues

Em espaço de partilha:
http://toquedeestrela.blogspot.com
http://sensualidadeemletras.blogspot.com

manuela disse...

« O amor não tem pressa...»...uma prosa sensual «deitada» pela palavra certa...beijos.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Aviso: mesma mensagem para todos devido ao meu estado precário. Ainda estou no hospital, mas um amigo da blogosfera fez um retrato meu com o qual fiz um post. Apareçam por lá para exprimir a sua solidariedade:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
não há ponto depois de www
Beijos,
Renata
PS: E visitem o artista pondo um comments no meu retrato